Das Metades

De alguma forma que não poderia ser clara pois não há ciência para os atos isoladamente abstratos, esta cidade me repele, me repele pela história de fé e não de luta, com muita luta é isso que nos sobra? Uma migalha celestial encontrada a cada canto da cidade, por Irmandades e fundações. As pessoas que aqui sobrevivem, estufam pela boca: “ A independência começou aqui”, mas é vago o sentimento nos olhos dessa gente, há um espaço que pode ser quantificado em suas palavras. É nulo.

Sabe-se que todo esforço de entidades governamentais são mesquinhos e ilusórios, uma inauguração, um tombamento , uns quantos filhos da puta para uns tantos filhos de uma memória descontinuada e nada mais. Aqui em meio a essa magia deus parece até existir, somente na aba das brancas saias rodadas e longas. Aqui, enfim, posso me ser completo: Entre a fé e a razão.

Re-Sensação

Volto a cachoeira após muito tempo, poucas coisas mudam, a não ser os móveis na casa de quem me guarda, me recebe, me acolhe de gritos a afagos, amor. Penso que em pequenas cidades as políticas estão cada vez mais descaradas, políticos disputam o melhor sorriso em fotografias filtradas para dirimir a imperfeição, de todas as agonias que isso me gera uma estrela cadente se apresenta na última noite da minha estadia, eu pauso. 

 

 

Cachoeira – BA

Natureza

De onde veio o pensamento de esquerda tão urgente, tão defendido e necessário para uma sociedade que venha de fato dar valor ao ser humano, as diferenças, as crenças e as faltas delas? Obviamente o ser humano -menos humanos- nunca esteve contente com sua posição social, com seu poder de decisão, e com seus direitos inflingidos, a saúde e a segurança infelizmente são privilégios de poucos, o que nos vem a cabeça quando falamos em Esquerda é a melhoria de vida, valorização do ser humano em toda e qualquer parte do mundo, mas a esquerda funciona? É necessário dar lugar a todas estas idéias políticas para que venhamos de fato, viver bem e com dignidade, como por outro lado está a Direita, esta que ninguém se pergunta a origem, o porquê, mas todos sabemos que faz mal, é perigosa, desumana e assassina, e com tudo isso, temos que aceita-la como nossa atitude natural, a Direita nasceu com a gente, arrisco-me a dizer isto sem medo das consequências, o capitalismo é natural do ser humano, todas as formas de política que já existiu na história da humanidade é de direita, precisamos nos conscientizar de que a direita é sentimento comum e nasce com todo homem, o feudalismo mesmo que com este nome e não capitalismo, é um capitalismo, o comércio escravagista é capitalismo, o ser humano precisa se emancipar da sua condição natural que é a Direita, nascemos com este mal, sofremos deste câncer, discutimos sobre tudo que nos assola, mas não discutimos o que temos de podre nos nossos costumes, no nosso sangue, no nosso gene, e isto não é dificil. A Direita é minoria, são poucos os que ganham o suficiente para poder sobreviver, e sobreviver é a coisa mais triste na história do homem, viver para se desviar do perigo, resistir, esse não é o dever de pessoa alguma, temos que viver sem preocupações, sem precisar resistir, e para isso a aniquilação da Direita é fundamental, não faço destas palavras um viés para a esquerda, porque somos seres “humanos” e não seres humanos, mesmo que venhamos a extinguir a Direita da humanidade não excluiremos do ser humano o desejo pernicioso da dominação, da ambição e da submissão dos outros seres, é preciso também livrarmos dos termos: socialismo, capitalismo, neo liberalismo, liberalismo, totalitarismo entre outros, porque existe um único termo, imaculado, intocável, inquestionável que nenhum ser humano foi capaz de propor embora se pareça tão urgente, precisamos de Humanismo.